quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

MAS EU VIVO PARA SENTIR...






... é preciso entender as artimanhas do tempo:
a hora certa sempre chega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário