sexta-feira, 30 de julho de 2010

SOBRE EDUCAÇÃO...

"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

JOGANDO CONVERSA FORA....

Passamos a vida inteira buscando bens materiais para satisfazer nossos desejos capitalistas, sem se preocupar se temos feito algo de bom para merecermos um lugar lá em cima.
Nosso agir não passa de simples atitudes egoístas, mesquinhas.
Faça de você uma pessoa que não tenha apenas bens materiais, mas sim, uma lista de valores que completam seu interior...

sexta-feira, 16 de julho de 2010

UM DIA DE CADA VEZ....

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?
Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama esta mulher?
Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.
É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.
Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?
Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!
Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

RECOMEÇO...

Dundun.........

Se as nossas chaves não abriram as portas que
desejávamos, se nossos fracassos ocasionais
nos levaram ao desânimo, é hora de utilizar as forças da natureza, da qual somos filhos.

Todos os dias, tudo recomeça na natureza e,
a cada amanhecer, surge uma nova chance
para recomeçar um caminho que possa
nos conduzir a destinos melhores.

Por isso, aproveite a folha em branco que a
vida nos dá todos os dias.

Veja, sobretudo, quão maravilhoso é
poder ter na oportunidade do recomeço,
a chance de poder tentar tudo de novo....

E o mais maravilhoso que independente da vida que tivemos ou escohemmos ter ......O QUE IMPORTAÉ QUE O FUTURO DE NOSSAS VIDAS ESTÃO EM NOSSAS MÃOS...

terça-feira, 6 de julho de 2010

O MAIOR RISCO DA VIDA É NÃO FAZER NADA....O IMPOSSÍVEL NÃO É UM FATO....E SIM UMA OPINIÃO...

domingo, 4 de julho de 2010

A VIDA É UMA SUPERAÇÃO DIÁRIA...





Vivo em um momento difícil em que a minha fragilidade é evidenciada todo o tempo. A vida não tem sido fácil para nenhum de nós daqui de casa e a sensação mais forte é a de que somos testados e lançados ao encontro de nossa capacidade de superação. Nossas mentes e emoções têm sido exigidas até quase o seu limite. Se fizermos um balanço de como eram as nossas vidas e sentimentos há 5 meses atrás, poderemos perceber que tudo era bem mais fácil.
Aprendemos que a melhor saída é evitar excessos emocionais, no entanto, como evitá-los se diariamente somos colocados diante de novos desafios? O significado da palavra emoção, pelo dicionário Houaiss é "agitação dos sentimentos". E certamente, todos sabemos perfeitamente o que isso quer dizer. Tornamos-nos malabaristas estressados com a necessidade de cumprir metas e resultados no mundo pessoal e profissional. Precisamos vencer e nos superar a todo momento.
O que não entendemos é que não existem emoções boas ou más, pois, na verdade, o efeito que causam em nós e em nossas vidas depende da maneira que lidamos com elas. Equilíbrio emocional e flexibilidade caminham juntos e exigem destreza, auto conhecimento e habilidade psíquica. Mas até onde sou livre para escolher e lidar com emoções perturbadoras como a paixão e o medo? Como posso superar meus limites quando sou remetido para esse lugar que geralmente fica escondido dentro de mim? Compreender nossos processos mentais e emocionais é o primeiro passo, pois só podemos transformar aquilo que conhecemos.
Conhecendo esses processos, faremos escolhas mais acertadas e ficaremos cada vez menos à mercê de forças desconhecidas por nós. Quem de nós não deseja, (e eu diria que isso deve ser a meta de todos nós nesta vida) cultivar emoções serenas e saber manter o controle do desespero nas difíceis adversidades? As emoções desempenham um papel fundamental nas avaliações e escolhas que fazemos. O que aprendemos a sentir (digo aprendemos por que de fato existe um padrão de funcionamento cristalizado em todas elas) influi diretamente em nossas crenças, nossa saúde e até nossa fisionomia. Algumas reações emocionais são tão arraigadas que acabam por ser desencadeadas antes mesmo de nos darmos conta delas.
Em uma situação de estresse nosso ritmo cardíaco aumenta, a respiração se acelera, os músculos ficam tensos, os vasos sanguíneos se contraem e a pressão arterial se altera. Os traços ficam mais tensos, as sobrancelhas franzidas, os punhos se fecham e a voz mais baixa. Sem falar nas discussões desnecessárias que muitas vezes provocamos pela falta de controle. Em minha maneira otimista de ver a vida, percebo que, mais uma vez caminhamos, unidos à conivência do Universo, em direção ao processo evolutivo.
Quanto mais somos exigidos pela vida, maiores serão os recursos internos que precisaremos descobrir e disponibilizar se quisermos continuar vivos. Infelizmente, a vida neste planeta tem como regra o aprendizado e a expansão de nossa consciência através da dor. O amor ainda faz parte de um longo aprendizado e ausência das dificuldades com as diferenças. Alguns mestres nos ensinam que todos dispomos de mecanismos internos de expansão de consciência que nos leva a uma supra consciência e à natural renuncia e contato com experiências transpessoais que acabam por desenvolver afetos superiores e um maior senso de equilíbrio do eu. Devemos, portanto fazer uma escolha em direção à simplicidade do ser, do existir e do ter, mais conectados à nossa verdadeira essência humana.






FAMÍLIA SEMPRE SERÁ QUEM TE APOIARÁ....MESMO NAS MAIORES DIFICULDADES...SE APOIE NELES E VÁ....POIS ELES JAMAIS TE DEIXARÃO...

A VIDA NÃO PARA....






No dia 30 de janeiro de 2010, fui acometido de um acidente onde fraturei algumas vértebras da coluna cervical, e fiquei tetraplégico... MAS DEUS TEM ME MOSTRADO QUE...
Podemos passar inúmeras dificuldades, e ter de batalhar muito para alcançar certos objetivos e, ainda assim, morrermos na praia.
Podemos deixarmo-nos consumir pelo trabalho, e perder noites de sono ou deixar de passar finais de semana com a família apenas por que temos extrema necessidade de conseguir recursos para mantermos uma vida digna, ou amargarmos um período obscuro de desemprego.
Podemos assistir a injustiça bater à nossa porta e perceber, infelizmente, que em algumas ocasiões não há absolutamente nada a fazer.
Podemos chorar com o coração partido a perda da pessoa amada ou de um ente querido.
Podemos, por tanta coisa negativa que aconteça, julgarmos que tudo sempre dar errado conosco e maldizermos nossa sorte.
Depois de tudo isto até podemos deixar passar pela cabeça a estúpida idéia de fazer uma grande besteira consigo mesmo, desde que seja exatamente assim:que tal idéia passe – e nunca mais volte, por que a Vida é Superação!
Nós não nascemos andando, não nascemos falando, nem pensando tanta bobagem - e o que não podemos em hipótese alguma é perdermos o ânimo, o espírito, e nossa capacidade de amar, de se superar e de viver!

A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda...